domingo, 8 de julho de 2012

Seguindo a voz do amor

Sem repostas o vento leva minhas perguntas
Sem reservas vou juntando aos pouco o que me restou
Sufocado pelo grito de medo no escuro e no frio
Vou retomando aos poucos a pequena coragem que era minha

Lentamente e sem jeito vou voltando ao lugar do amor
E sem entender por que tudo mudou, entristeço
Refaço em mim as razões de amar
E mesmo desnorteado vou caminhando
Ouvindo apenas a voz do amor

Vou caminhando mesmo nos tropeços e quedas
Vou caminhando mesmo no escuro e em meio às sombras
Mesmo no vazio das perguntas sem respostas
Vou seguindo a voz do amor...
Por que essa voz faz o meu coração arder como em chamas...

Autor: Anobelino Martins
Protegido por direitos autorais

Um comentário:

  1. Perfeito seu poema.Sucesso e felicidades para vc.

    ResponderExcluir

Após escrever seu comentário, vá na opção "Comentar como:" escolha a opção NOME/URL. Preencha só o campo NOME. Caso você tenha um blog, vá em CONTAS DO GOOGLE. Agradecemos o comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...